A importância da informática nos tempos de hoje

A cada dia que passa, a informática vem adquirindo cada vez mais relevância na vida das pessoas. Sua utilização é indispensável em ambientes escolares, nas empresas, redes sociais, principalmente neste tempo de pandemia.

Cresce o número de famílias que possuem em suas residências, smartphones, tablets, computadores ou notebooks. Estas ferramentas estão auxiliando pais e filhos, principalmente na pandemia do coronavírus, mostrando-lhes um novo jeito de aprender e ver o mundo.

“Quando se aprende a lidar com tecnologia novos horizontes se abrem na vida do usuário”

Nas organizações, não é diferente, toda empresa necessita ser informatizada para se manter no mercado de trabalho e acompanhar as tecnologias, o computador veio para inovar e facilitar a vida das empresas.

Atualmente nenhuma empresa pode ficar sem o auxílio da informática, é através dela, que tudo é resolvido. Nosso mundo está informatizado! A informática talvez seja a área que mais influenciou o curso das últimas décadas.

Se hoje vivemos na Era da Informação, isto se deve ao avanço tecnológico na transmissão de dados e às novas facilidades de comunicação, ambos indispensáveis sem a evolução dos computadores.

O maior benefício da informática em nossa sociedade é o de manter as pessoas devidamente informadas, através de uma melhor comunicação, possibilitando assim, que elas decidam pelos seus rumos e os de nossa civilização.

Existe informática em quase tudo que fazemos e em quase todos os produtos que consumimos. É muito difícil pensar em mudanças, em transformações, inovações no processo de aprendizagem, sem que em alguma parte do processo a informática não esteja envolvida.

A Dinamus Tech tem ajudado nessa inclusão digital, diversos jovens, profissionais liberais ou pessoas que estão ingressando no mercado de trabalho, com cursos que preparar de forma prática e eficiente para enfrentar os desafios diários do uso da tecnologia. Venha conhecer nossos cursos.

Read More

Os dados do seu smartphone estão seguros?

Até que ponto seu celular está seguro? Além do debate entre Android e iPhone, quais são as opções para ter mais segurança nos smartphones para você? Os dispositivos móveis se tornaram parte integrante e indispensáveis na vida de todos, por isso atraem o interesse de hackers criminosos, ansiosos por roubar suas informações vitais. Desde senhas de acesso ao dispositivo até informações confidenciais como dados bancários e empresariais, devemos ficar atento quanto a segurança dos dispositivos, a seguir daremos algumas dicas sobre segurança.

1. Use senhas em tudo que puder
Você pode impedir que outras pessoas acessem o aparelho através de uma senha (ou, também, padrão de desbloqueio no Android). Não resta dúvidas de que essa é a forma mais básica de segurança, mas ela é extremamente eficiente e evita que informações confidenciais sejam visualizadas por outros.

2. Proteja suas contas no iCloud e no Google
Muita gente não sabe disso, mas, se alguém conseguir acessar a sua conta do iCloud ou do Google, poderá ter acesso a um monte de informações e conteúdo. Uma forma eficiente de evitar que isso aconteça é ativar a autenticação em duas etapas em ambas as contas.

3. Evite rotear seu aparelho
Se você realmente souber o que está fazendo e está ciente das implicações desses procedimentos, então tudo bem. Porém, se você só está tentando fazê-los porque ouviu
alguém falar sobre isso, ou há algum espaço para dúvidas sobre a ideia na sua cabeça, então evite-o.
Afinal, o que é o tal ‘Root’ dos aparelhos Android e como funciona?
É verdade que é possível instalar alguns aplicativos interessantes e personalizar as configurações do aparelho para que ele fique com um visual bacana, mas isso também significa que você pode estar instalando apps que contêm softwares mal intencionados. Mas isso diz respeito ao próximo item.

4. Tenha cuidando com os apps que você instala
Esse conselho serve especialmente para quem utiliza Android. Recentemente o Google removeu mais de 50 mil aplicativos suspeitos de serem softwares maliciosos. Isso acontece, principalmente, pelo fato do Google ser flexível – e às vezes até muito transigente – com os apps que são incluidos na Google Play.

5. Prefira aplicativos oficiais
Se você estiver fazendo transações financeiras – seja no banco ou na bolsa de valores -, sempre dê preferência à aplicação destinada a isso. É melhor utilizar um aplicativo oficial, que possui todas as medidas de segurança possíveis para proteger seus dados e informações, do que se expor utilizando o navegador do seu telefone.

6. Controle o que os aplicativos podem acessar
Não raramente nos deparamos com a mensagem “‘Tal aplicativo’ deseja acessar “algum dado seu” no iPhone. Certifique-se de sempre ler a mensagem por completo e ter certeza de que aquele aplicativo pode acessar aquela informação e não saia simplesmente clicando em “OK” todas as vezes. Se for para clicar em alguma coisa o tempo todo, é melhor que seja em “Não permitir”. Caso isso impeça o correto funcionamento do app, é possível modificar a opção manualmente depois.
No Android a coisa é bem pior e muitas vezes os aplicativos pedem permissão para acessar dados que jamais serão utilizados. Há algum tempo o Lifehacker fez uma publicação (em inglês) ensinando as pessoas a se protegerem de aplicativos que requerem muitos acessos. Portanto, esteja atento e tenha cuidado com isso.

7. Crie o hábito de fazer backup dos seus dados
Infelizmente nós, latino-americanos, ainda não compreendemos a importância do hábito de fazer backup dos nossos dados. Ele é importante tanto para quando, acidentalmente, deixamos o smartphone cair numa piscina, como também para quando ele é roubado, ou mesmo caso você precise formatá-lo.

No iPhone é possível fazer a cópia de segurança dos arquivos localmente utilizando o iTunes ou na nuvem utilizando o iCloud. Em caso de dúvidas, é bom utilizar os dois só “para garantir”. O Android, por outro lado, conta com uma ferramenta embutida que faz o backup das informações mais importantes do usuário. Caso queira manter todas as informações e arquivos em segurança, o usuário terá que recorrer a soluções de terceiros.

8. Relate o roubo do seu aparelho
Uma base de dados com informações de aparelhos roubados é compartilhada por todas as operadoras e, caso o ladrão tente utilizar o aparelho, será impedido imediatamente.

9. Mantenha seu sistema operacional atualizado
Esse conselho é antigo e os usuários do Windows estão cansados de ouvi-lo. Mesmo assim, é importante dizer: sempre tenha a última versão do sistema operacional instalada em seu aparelho, isso representa ferramentas de segurança atualizadas do S.O.

10. Cuidado onde usa o Wireless e o Bluetooth
Pode parecer um pouco ridículo, mas quando não estiver em casa (ou em algum lugar que conheça), desligue a sua conexão sem fios e o bluetooth do seu aparelho e dê preferência à sua conexão 3G ou 4G. Diferente da rede da sua casa, que foi montada por você com algum zelo e segurança, as conexões sem fio da maioria dos lugares públicos não oferece nem o mínimo de segurança. Conectando-se a elas, você passa a estar vulnerável e suscetível a ataques de hackers que podem estar de olho na rede. Não importa se você vai acessar o banco ou somente aquele site de fofocas: desligue a rede sem fio para evitar problemas.

Fonte: CanalTech

Read More

Shopping cart

0

No products in the cart.